quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Fim de Ano

Estava a ver o quanto os meus amigos são importantes para mim (como sempre). Não queria fazer agradecimentos como andei fazendo nesses últimos 2 anos. Estava a me dar conta de que todos eles são pessoas que admiro muito.
Chego ao fim deste ano cercada de pessoas que admiro pra caramba, algumas ainda nem tão amigas assim (ainda, eu espero)mas que fizeram parte da minha vida nesse seguimento de tempo que se passou.
Essa admiração me empolga. É um estímulo muito grande estar cercada de meus ídolos.
Chego ao início do ano na companhia de pessoas admiráveis, as quais eu adoro (e por vezes detesto) para enfrentar mais um ano podendo me inspirar no exemplo de cada coisa do que elas representam para mim.

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Metrô Rio

Apenas para registrar a minha indignação com a confusão do metrô nesses últimos dias desde que decidiram inaugurar a linha Pavuna-Botafogo. As pessoas só ficaram sabendo como estava funcionando com certeza no dia que as alterações foram feitas. Não tive que passar por nenhuma dor de cabeça pois não usei a linha 2 no dia da alteração. Mas pera lá, não tinha nem aquelas vozes gravadas típicas de aviso de estação dando o recado de que a baldeação estava sendo feita na Central.
É um absurdo eles ficarem fazendo propaganda de como o metrô está fazendo melhorias e não usar o espaço para a própria publicidade para informar ao público com antecedência como o metrô passaria a funcionar. Eu só sei que até agora não faço muita idéia de como a baldeação para a linha 2 está sendo feita, só sei que deveria saber de cada detalhe muito antes de se iniciar essa nova operação. Vejo muita gente perdida e acho isso um absurdo, deveriam informar constantemente sobre as mudanças para não haver a possibilidade de alguém que passe pelo metrô não saber o mínimo, antes de passar pelo problema. Seria algo que amenizaria os problemas que tiveram no dia da mudança.
Enfim, ainda vejo se testo amanhã o que há de novo, ontem fiquei muito tentada a pegar o Botafogo-Pavuna só para testar, mas estava atrasada como sempre. A estação General Osório é bem extensa e é possível se perder. Continuaram com o estilo cavernão. Levei 50 minutos ontem para chegar em casa, quando segundo o google mapas, eu deveria levar em torno de 28 minutos, e que segundo a minha experiência, eu deveria levar em torno de 35 a 40 minutos.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Será que a vida não é tão boa assim?

Chegando ao fim do semestre evidencio o meu fracasso como estudante universitária. Estou arrasada com o resultado, mas feliz que tudo acabou (por enquanto).

Muitas coisas sairam dos eixos, mas muitas outras voltaram, então é isso: O meu universo está em equilíbrio. É uma pena que nem tudo possa ocorrer bem sempre.

Olhando para trás vejo que esse ano foi muitíssimo intenso, quase valeu por uma vida inteira, acho que nunca vou conseguir recapitular tudo que ocorreu. Mas em breve pararei com calma para relatar grandes novidades e/ou coisas triviais. Agora tento ver se tiro um último suspiro para salvar o que resta de minha dignidade acadêmica.

Fiquem com a tirinha que fiz de aniversário para um amigo meu que é cartunista



Ele postou lá no blog dele, fiquei feliz que ele tenha gostado :D
Quem quiser conhecer o trabalho dele é só dar uma passadinha lá Diego Novaes - Enquanto Isso

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Pensamentos

No Twitter

kibeloco: "Mulheres cínicas e pessimistas vivem menos, diz estudo" - Pois é. Sua sogra é exceção.

Fiquei imaginando como geralmente a sogra é o problema, raramente é o sogro. Pois devo ter ouvido apenas uma ou duas mulheres reclamarem de seus sogros, mas já ouvi tanto homens e mulheres reclamarem de suas sogras. Nunca reclamei das minhas, talvez um pouco da última por ter criado meu ex namorado, mas no fim nem sei o que é culpa dela ou não, ele não me deixou conhecê-la. Então eu tenho isso a reclamar dela: Não demonstrou para o filho que as namoradas gostam de serem apresentadas a família, ou também não sabia aceitar isso muito bem, sei lá, nunca entendi o real motivo de nunca tê-la conhecido, de quem era a falha de fato (se não de ambos).

Espero nunca me tornar uma sogra, pois eu seria uma das mais detestáveis de todos os tempos. É... talvez exista gente que não tenha nascido para ser sogra... Ou na verdade tenha.

P.S.: Na verdade o Clicks e Rabiscos já foi atualizado, quem quiser dar uma conferida é só clicar no link, está no Andam Dizendo

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Diálogo ligeiramente agressivo

Tocou a campainha, desci. O entregador estava de braços cruzados ao lado da moto.

- Você sabia, que quando você estaciona a moto inclinada e deixa a pizza quente dentro dela, o queijo escorre todo pro lado?

- Acho que não.

- Não. Não é acho, ele escorre.

Subi, abri a pizza e não deu outra. Talvez devesse ter mostrado para o entregador para ele perceber que sim. Fiquei ligeiramente aborrecida com o "Acho que não" já que a minha pergunta foi se ele sabia. Mas o que me deixa irritada de verdade é que a pizza está muito cara, enquanto que o treinamento que eles dão para os entregadores é quase nulo.

Será que em tantos anos que a Mister Pizza entrega pizza eles não perceberam uma das maiores causas do queijo inclinar todo para um lado? Será que eles não percebem que precisam informar ao entregador que eles precisam tirar a pizza de dentro assim que eles inclinam a moto?

É raro isso ocorrer, a moto de outro entregador não inclina quando estaciona e um outro sempre está com a pizza na mão na hora que eu desço. Ele é novo lá e é segunda vez que isso ocorre comigo quando ele entrega. Alguém deveria tê-lo avisado.

Mas vamos lá, espero parar de comer pizza!!! :P
E espero que minha irritação aparente não o tenha deixado intimidado :/

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Será que a vida é boa?

É, talvez ela possa ser... Nunca recebi notícias tão boas e ruins ao mesmo tempo. E quer saber? Quando se tem coisa boa acontecendo as ruins podem ser ofuscadas sim... Nunca havia imaginado...

Pois é, esse senhor aí vai ficar para outra ocasião, quem sabe daqui a mais 7 anos? Isso é ruim... Mas tem um bom motivo.

domingo, 31 de maio de 2009

Pensamentos

Minha mãe começou a fazer letras agora.
Ontem estava andando com ela indo em direção ao shopping para almoçar, quando ela estava falando de como deveria ter continuado como ouvinte de latim há uns anos atrás e de como ela não havia percebido que letras era a melhor faculdade que ela poderia fazer.

Ora essa, ela só podia imaginar que aquela obcessão por falar e escrever português corretamente era normal, né? Além de traduzir livros do inglês mesmo sabendo pouqíssimo sobre a língua e ainda por cima ficar razoável. Ok... Tem gente que simplesmente não se enxerga, esses intectuals freaks...

sábado, 18 de abril de 2009

I'm Shipping up to Boston

Fui fotografar a partida dos barcos da Volvo Ocean Race, na Marina da Glória Sábado passado. Um barco em particular me chamou muito a atenção por ter o desenho de um puma na bandeira e ser todo vermelho e preto. Seu apelido era O Monstro. Sua música de partida para Boston foi essa:

I'm Shipping up to Boston


Artist(Band):Dropkick Murphys

I'm a sailor peg
And I lost my leg
Climbing up the top sails
I lost my leg!

I'm shipping up to Boston ... wayy-yooo!
I'm shipping up to Boston ... wayyyyyy-yo!
I'm shipping up to Boston ... wayy-yooo!
I'm shipping off ... to find my wooden leg!

I'm a sailor peg
And I lost my leg
Climbing up the top sails
I lost my leg!

I'm shipping up to Boston ... wayy-yooo!
I'm shipping up to Boston ... wayyyyyy-yo!
I'm shipping up to Boston ... wayy-yooo!
I'm shipping off ... to find my wooden leg!

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Conversas Sinceras

- Mas eu te acho bonita.

- Sei...

- Sério, você é um avião.

- Hã?

- É! Tem até pneu!

- Hã... ¬¬

domingo, 29 de março de 2009

Arrumando o Quarto – O Épico – parte 4


Eu me mudei, depois me mudei, depois me mudei de novo e me mudei mais uma vez. Nem eu sei mais onde estou. Só sei que o quarto continuava lá e tinha que terminar o serviço.

Agora me aproximo do que parece a reta final, tendo começado pela parte difícil e agora entrando na parte quase burocrática de arrumar os papéis. Sim, muitos papéis!

A maioria das pessoas se pergunta o porque os guardo e por que em tamanha quantidade. Eu também me desfaço de muitos também, em quantidade quase similar. Os que ficam tem sempre um bom motivo (acreditem se quiser).

Me deparei com outro texto que escrevi há uns 7 anos atrás mais ou menos, a única carta minha que foi publicada num jornal até hoje (acho que também a única que me dei ao trabalho de escrever).

“Tenho 16 anos e outro dia minha mãe me perguntou quando eu ia tirar o título de eleitor. Eu não soube responder. Pensei que talvez não tivesse ninguém que valesse a pena ser votado na próxima eleição.

Meu pensamento foi confirmado depois do último Show do Milhão para políticos em que o governador do estado onde eu moro, Anthony Garotinho, não soube responder quais são os elementos que compõem a água e ainda teve coragem de dizer que a pergunta estava mal feita.

Eu acho que em sua vida de governador ele não vai precisar saber nenhuma fórmula química, ele não tem obrigação de saber nada de química. Só que ele, como governador, tem obrigação para com a honestidade, ele tem que ser honesto e admitir que não sabe nada de química ao invés de ficar tentando culpar a pergunta, assim como um governante que fica passando a batata quente, dizendo: O problema não é meu.

Em quem votar? Numa pessoa orgulhosa que para negar a falta de conhecimento tem a cara-de-pau de dizer que a pergunta estava mal formulada como se fosse grande sabedor do assunto em questão? Se depender dele só votarei forçada e não será nele.”


Só me dá vontade de rir lendo isso...

Sei lá, achei uma gracinha, minhas expressões de rebelde sem calça.

Agora tenho que confiar nas minhas seleções passadas, pensar que realmente separei bem tudo que tenho pra jogar fora, doar e devolver, pq tempo pra ficar revisando de novo é o que me falta.

Acho que farei alguns amigos felizes com minhas devoluções e também acho que serei útil para o Exército da Salvação e afins. Fora os catadores de papel que farão a festa assim que colocar as últimas caixas com papéis velhos lá embaixo.

Agora as coisas começam a se encaixar...

quarta-feira, 18 de março de 2009

Conversas Sinceras

- Depois que te conheci eu não desejo ter mais nenhuma outra.

- É mesmo? verdade?

- É.

- Pera aí... Como assim?!

- Ué, você toma tanto o meu tempo que seria difícil eu querer mais outra.

- ¬¬ ...

terça-feira, 10 de março de 2009

Depois de 3 anos...


Ontem foi a exumação do corpo da minha avó paterna. Cheguei muito atrasada e acabei perdendo tudo. Até meio que me perdi no caminho até a gaveta.
Estava subindo escadas e andando entre as gavetas quando percebi o quanto o cemitério fede. Fico imaginando o pq nunca percebi isso antes. Será que são as folhes durante o enterro que disfarçam o cheiro, será que o nariz entupido por conta de ficar chorando atrapalha o olfato (no meu caso não, eu não choro em enterros), ou simplesmente falta de atenção?

Estava andando por um corredor de túmulos quando comecei a ouvir um farfalhar nas folhas que estavam caídas. Várias folhas de coroas jogadas no chão. :A princípio achei que fosse o vento, mas depois o barulho pareceu de animais que estavam andando entre a folhagem, provavelmente lagartos ou baratas (apesar do sol). Então comecei a ouvir “tum, tum, tum, tum” e quando estava aguçando a minha audição para identificar da onde vinha o som, de repente: CREC!

Eu saí correndo pelos corredores de túmulos desesperadamente procurando alguém que fosse vivo, de preferência que não aparentasse tendências psicopáticas.
Quando cheguei lá embaixo eu ainda não vi ninguém próximo de mim. Mas podendo estar com mais calma por estar próxima da saída é que eu processei tudo o que era. O “tum tum” era apenas alguém marretando algo lááááá em cima e o “crec” era alguma pedra estalando por conta do calor.

Eu realmente não pensei que um morto vivo ia se levantar pra me pegar, eu simplesmente me assustei e saí correndo. Me assustei desse jeito pq era dia, imagina se fosse quase noite. Como é que alguém conseguiria andar por um lugar desses a noite?

De qualquer forma eu falhei com minha prima. Ela nunca tinha estado numa exumação, e até hj só foi ao enterro dessa minha avó. Ela não sabia que os ossos não eram brancos, que o cabelo permanecia no lugar e que dentro do túmulo haviam muitos insetos, principalmente baratas. Felizmente um amigo dela estava lá e felizmente tudo isso foi muito menos chocante do que ela imaginava.

Algo que eu receiava ocorreu: Ela levou a câmera e ainda me disse que eu poderia ver como foi tudo depois que ela revelasse as fotos. Deixei que ela fizesse uma foto minha olhando o nicho que ela comprou (a única pessoa que podia fazer algo *$* e se importou em fazer). A questão toda é que eu não consigo me acostumar com esse costume dela. E eu que pensei que era mórbida, eu que pensei que era photo freak. É a pessoa mais normal da família do meu pai, então eu procuro relevar.

Coisas de mães e filhos: Fazia trtês semanas que meu pai não ligava e curiosamente ele me ligou no momento exato que cheguei ao cemitério... É... Minha avó paterna me assusta com certas coisas mesmo depois de morta.

Na volta fizemos uma visita a Carmen Miranda.

sábado, 7 de março de 2009

Entre aborto e estupro existe qual seja menos grave?

Acabei de ouvir no Jornal da Globo que a mãe da menina de 9 anos que abortou os filhos de seu padrasto, que a estuprou (sabe-se lá quantas vezes). Por conta de ser uma gravidez de altíssimo risco (entre outros tantos motivos que seriam válidos nesse caso) resolveram interromper a gestação.


No jornal dizia que o padrasto não foi excomungado por que estupro foi considerado um pecado menos grave que aborto.


MAS É CLAAAAAARO QUE É MENOS GRAVE! SE FOSSEM EXCOMUNGAR TODOS OS ESTUPRADORES PEDÓFILOS QUE EXISTEM, A IGREJA PERDERIA ¼ DE SEUS PADRES, BISPOS E SEJA MAIS QUEM FOR DE SEUS COMPONENTES QUE ELES SEMPRE ACOBERTAM EM SUAS PRÁTICAS VIS!!!


Queriam o que? Que a menina que mal tem idade pra fazer a primeira comunhão fosse dar o exemplo de como uma menina cristã deve se comportar? Mesmo que tivesse que pagar com ávida? E o direito a vida que ela também tem? Jogar esse peso todo de ser mártir em cima dos ombros de uma vítima que deve ter passado um sofrimento imensurável é no mínimo brutal.


Se é essa a postura que tomam (excomungar todos menos o padrasto) eu realmente não consigo enxergar como o lado “positivo” pode compensar o negativo dessa religião.


Já ouvi um caso que ocorreu no início do século passado de uma garota de 7, que aparentemente chegou a dar a luz à criança. Não sei se ela sobreviveu.


Só sei que a tal menina de 9 anos não teria que passar pela situação de fazer um aborto ou não se não fosse por conta desse estuprador! COMO ASSIM NÃO O CONSIDERAM RESPONSÁVEL POR ISSO? ELE COLOCOU A MENINA NESSA SITUAÇÃO!!! Agora ele pode recorrer à igreja para se reconfortar de seus pecados, pra pedir perdão a Deus por ter arruinado a vida de três mulheres (que se saiba ao menos). Poderá pensar que ainda pode não ir pro inferno caso se arrependa de verdade, pois a igreja não virou as costas pra ele.


Já a mãe da menina... Essa talvez encontre dificuldades para levar sua filha à igreja...

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Conversas Complicadas

Por falta de coisas pra atualizar eu me lembrei de coisas que crianças perguntam por conta de um post de um dos blogs que acompanho.

- O que é um heterossexual?

- É uma pessoa que chega num lugar e se interessa por pessoas do sexo oposto.

- Hã... E o que é um homossexual?

- É aquela pessoa que chega num lugar e só se interessa por pessoas do mesmo sexo.

- Hããã... E o que é um bissexual?

- É aquela pessoa que chga num lugar e se interessa por pessoas de ambos os sexos, gostam tanto de homens quanto mulheres.

- Hã...

- Entendeu?

- Sim... Quando eu crescer eu quero ser bissexual.

- Ok... Nunca mais repita isso, principalmente na frente de seus pais. Tá bom?

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Malandragem

Composição: Cazuza / Frejat

Quem sabe eu ainda
Sou uma garotinha
Esperando o ônibus
Da escola, sozinha...

Cansada com minhas
Meias três quartos
Rezando baixo
Pelos cantos
Por ser uma menina má...

Quem sabe o príncipe
Virou um chato
Que vive dando
No meu saco
Quem sabe a vida
É não sonhar...

Eu só peço a Deus
Um pouco de malandragem
Pois sou criança
E não conheço a verdade
Eu sou poeta
E não aprendi a amar
Eu sou poeta
E não aprendi a amar...

Bobeira
É não viver a realidade
E eu ainda tenho
Uma tarde inteira
Eu ando nas ruas
Eu troco um cheque
Mudo uma planta de lugar
Dirijo meu carro
Tomo o meu pileque
E ainda tenho tempo
Prá cantar...

Eu só peço a Deus
Um pouco de malandragem
Pois sou criança
E não conheço a verdade
Eu sou poeta
E não aprendi a amar
Eu sou poeta
E não aprendi a amar...

Eu ando nas ruas
Eu troco um cheque
Mudo uma planta de lugar
Dirijo meu carro
Tomo o meu pileque
E ainda tenho tempo
Prá cantar...

Eu só peço a Deus
Um pouco de malandragem
Pois sou criança
E não conheço a verdade
Eu sou poeta
E não aprendi a amar
Eu sou poeta
E não aprendi a amar...

Quem sabe eu ainda sou
Uma garotinha!

É... é isso que eu queria dizer por agora... Foi assim que foi minha semana... Talvez tenha sido assim mais tempo antes disso