quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Mas hoje não é segunda-feira

A última sessão com meu psicólogo (quinta passada) mostrou o quanto progredi. Depois dele me encher o saco com uma questão técnica e ficar perguntando após cada vírgula se eu havia entendido, por fim chega a minha hora de demonstrar toda a minha insatisfação com aquela ladainha:

- Alguma pergunta?

Encarando ele com meu olhar em chamas:

- Sim. Você é sempre tão chato assim com esses assuntos ou é só às segundas-feiras?

Ele sorriu.

- Mas hoje não é segunda-feira.

Haha! Estou pronta pra voltar às sessões! Consegui fazer a minha pergunta favorita pra essas situações sem tremer nas bases, como o de costume. Ele também está pronto, entendeu a piada e demonstrou entender bem o que eu queria dizer. Droga, pq não achei esse cara antes, me sinto tão a vontade e acabo fazendo tudo o que os outros terapeutas me diziam pra fazer sem que ele tenha que me dizer praticamente nada. Espero que continue tão bom assim.

Imagem: A cara maluca do sujeito

4 comentários:

a_garcia disse...

Quem sabe você não perde finalmente seu medo de terapia... Aliás, gostei do rabisco. Acho que a tirinha pode ficar com os traços melhores, mas o texto ficou mais interessante que as frases de avental. uehuehueheu

Beijos

L.S. Alves disse...

Com essa imagem creio que ele também tá precisando fazer análise.
.
Um abraço.

Grivicich disse...

Tem gente que gostou das minhas frases de avental. ¬¬

Grivicich disse...

Meu terapeuta? precisando fazer análise? Com certeza! Mas como poderia eu confiar em alguém que não estivesse precisando fazer análise? A última terapeuta tava mais pra socialite do que terapeuta. Saí para não manchar o currículo brilhante dela. Com esse aí eu me identifico o suficiente pra falar e ainda não ter medo de mandar ele ir catar coquinhos.